21 de junho de 2024

Tiradentes vai receber cursos de capacitação profissional do Governo de Minas

Tiradentes vai receber cursos

101 cidades foram selecionadas para o Minas Forma. O curso é gratuito.

O Governo de Minas lançou, nesta segunda-feira, 20 de maio, o Programa Minas Forma, iniciativa pioneira desenvolvida para oferecer cursos gratuitos de formação profissional a pessoas em situação de vulnerabilidade social. 101 municípios foram selecionados e Tiradentes é um deles.

Durante o lançamento do programa, o governador Romeu Zema destacou o potencial que essa oportunidade pode trazer para uma guinada na trajetória dos participantes. “Já vi as vidas de muitas pessoas mudarem quando se dá a primeira oportunidade. Pessoas simples, humildes, que estavam sem esperança e autoestima, a partir do momento em que se faz a ignição, muitas coisas podem ocorrer depois”, disse.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Minas Gerais (Sedese-MG) é responsável pelo desenvolvimento do Minas Forma, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac em Minas), que pertence ao Sistema Fecomércio MG.

“Esse modelo é inovador porque estamos desenvolvendo questões sócio-emocionais, para a pessoa saber que ela é capaz e pode ter autonomia da sua vida, com o diferencial na mobilização e no acolhimento, assim como o acompanhamento sócio-assistencial individualizado para o desenvolvimento dessa pessoa e sua inserção nas oportunidades de trabalho”, explicou a secretária Elizabeth Jucá.

Capacitação profissional

O programa terá início com a disponibilidade 8,1 mil vagas, divididas em 356 turmas, distribuídas em 101 municípios mineiros. Nesta fase, as vagas oferecidas serão para os setores de Turismo e Cultura, com foco no comércio e serviços, com apoio da Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult-MG).

Para a secretária de Estado Adjunta de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Josiane Miriam de Souza, a iniciativa se insere no crescimento do setor no estado, fruto de políticas públicas da Secult-MG e da vocação dos setores ligados à economia da criatividade. O Minas Forma, portanto, foi desenhado para qualificar a mão de obra e suprir demanda do mercado de trabalho e em acordo com os setores que mais abrem vagas.

Bolsa-auxílio

Os cursos são práticos, com carga horária que varia entre 35 horas/aula e 100 horas/aula, e os estudantes regularmente matriculados serão beneficiados com o pagamento de bolsa-auxílio.

Os valores variam entre R$ 210, para as turmas de 35 horas, e R$ 600, para as turmas de 100 horas, quitados mediante presença regular em sala de aula.

Modelo

Com formações de curta duração voltadas para conteúdos práticos de ofício, e desenvolvimento de competências e habilidades socioemocionais, o programa visa permitir a preparação dos beneficiários para o mercado de trabalho e exercício da autonomia, por meio da ampliação de oportunidades de trabalho e geração de renda. Os cursos de formação profissional serão oferecidos pelo Senac, conforme contrato.

O cronograma das turmas foi definido pelo Senac e a Sedese-MG é responsável pela mobilização dos municípios contemplados e do público prioritário para formação das turmas.

Os Centros de Referência da Assistência Social (Cras) de cada município contemplado ficarão responsáveis pela mobilização do público interessado em se formar por meio da capacitação e lideranças locais e instituições parceiras também poderão encaminhar novos alunos para matrícula.

Fonte: Agência Minas | Foto: Pexels